Análise – Horimiya

Análise - Horimiya
Embora admirada na escola por sua bondade e habilidade acadêmica, a estudante Kyouko Hori esconde outro lado dela. Com os pais muitas vezes longe de casa devido ao trabalho, Hori tem que cuidar do irmão mais novo e fazer as tarefas domésticas, sem ter tempo para socializar fora da escola. Enquanto isso, Izumi Miyamura é visto como um otaku obsessivo que usa óculos.
No mundo dos animes, um dos gêneros mais popular e o romance, não é atoa que todo ano, dezenas de novas adaptações são lançadas com premissas semelhantes, que por muitas vezes, acabam se tornando mais uma em um oceano de animes medianos, porem com Horimiya a história foi diferente.

Horimiya (Hori-san to Miyamura-kun) é uma obra que conta com diversas adaptações. Originalmente foi publicada em formato digital com quatro paneis em fevereiro de 2007 até dezembro de 2011, no site Dokkai Ahen, criado pela escritora e ilustradora Hiroki Adachi por trás do pseudônimo HERO.

A obra mais tarde conquistou uma versão impressa pela Square Enix, sob o selo Gangan Comics, tendo seus capítulos compilados em 10 volumes durante 22 de outubro de 2008 a 28 de dezembro de 2012. Em janeiro de 2021, a obra conquistou sua versão, em anime, pelo estúdio CloverWorks, a partir do mangá Horimiya, adaptado e ilustrado por Daisuke Hagiwara, sob a supervisão de HERO.

Análise Anime Horimiya
No anime dois personagens fazem parte do casal principal, Kyouko Hori e Izumi Miyamura. No qual ao longo dos episódios acompanhamos o desenvolvimento do relacionamento dos dois e da relação entre os outros personagens.

Questionando o Eu:

Horimiya é um anime inovador, não pelos seus temas, mas sim pela forma como os trata. O tema principal é o eu, quem realmente eu sou e quem as pessoas estão vendo. Em muitos momentos é possível parar e pensar: “Eu realmente sou feliz sendo quem eu sou?” ou “As pessoas conhecem o verdadeiro eu?”. Questionar se tornara algo comum. Questionar o eu e principalmente o mundo a sua volta.
Cenas Anime Horimiya
O anime traz questionamento importante sobre a nossa sociedade. Dentre eles os efeitos colaterais negativos da alta perspectiva emposta nos jovens. Esse tema e perceptível em diversos momentos durante o anime, mas em especial no personagem Izumi Miyamura.
Durante muitos momentos, questionar se tornara algo comum.

Um casal em evolução:

Sendo um anime de romance, casais se formariam. Entretanto, os holofotes são para Kyouko Hori e Izumi Miyamura. Dois personagens extremamente interessantes, e que refletem os questionamentos no qual o anime se propõem a analisar.
Izumi Miyamura é um garoto de 17 anos, com cabelos pretos e olhos azuis. Quieto, sombrio e antissocial. Entretanto, sendo uma pessoa fofa e carinhosa, porem por conta de traumas do passado, não conseguindo se expressar. Miyamura é um personagem extremamente interessante, pois retrata a dificuldade de se auto aceitar.
Kyouko Hori é uma garota de 17 anos, cabelos castanhos e olhos dourados. Além de ser muito energética e popular, sempre criando uma atmosfera feliz ao seu redor. Porem, mesmo nunca tentando esconder quem realmente é, tem vergonha de ser assim. Com isso representando o medo e a insegurança.
O casal durante os episódios evoluem. Não somente em questão de etapas, mas também em questão de personalidade. O medo e a insegurança que antes eram comuns, se tornam algo bobo quando estão perto do outro.

Conclusão de Horimiya:

Horimiya é um anime especial, pois oferece a oportunidade de refletir sobre quem realmente somos. E consegue nos levar a conclusão que mesmo sendo uma tarefa árdua, é extremamente prazerosa.
As pessoas, situações, e principalmente os desafios que superamos. Não são apenas memorias em nosso subconsciente, mas sim, partes de nos. Pois, se tornaram ferramentas importantes que serviram para moldar o Eu verdadeiro.
E mesmo que o futuro seja incerto. De uma coisa é possível ter certeza. O destino fez o seu melhor para que pudéssemos ter orgulho de tudo que vivemos.
Horimiya é um anime excelente, definitivamente um dos melhores do gênero. Além de apresentar uma história fofa e divertida de se acompanhar, o anime exalta as dificuldades de se aceitar, mostrando a trajetória de personagens que poderia ser você. Trazendo a tona questionamentos que são validos a todos, ate para aqueles que acreditam ter se encontrado.
Lucas do Vale

Lucas do Vale

Estudante de Jornalismo, apaixonado por animes e manga, principalmente pelo genero shounen, shoujo e yaoi, alem de jogos de RPG.