Autor do mangá act-age admite seus crimes

 Autor do mangá act-age admite seus crimes

Tatsuya Matsuki, autor do mangá act-age, confessou seu crime de abuso cometido contra uma menor de idade, uma sentença de um ano e seis meses foi então estipulada, no entanto, a defesa do autor ainda está na tentativa de diminuir essa pena.

Caso o pedido da defesa venha a ser aceito, Tatsuya não cumprirá pena de prisão, desde que mantenha boa conduta durante o período de suspensão.

O réu disse no tribunal que nutria muitas preocupações e ansiedades, mas não podia falar sobre elas e ficou desesperado. Além disso ele acrescentou que tem um complexo com as mulheres. Disse ainda que não há como se desculpar pelo que fez à vítima.

Tatsuya foi indiciado pelo segundo de dois atos indecentes. A promotoria não indiciou Tatsuya pelo primeiro incidente, que teria ocorrido no dia 18 de junho por volta das 20h00. (uma hora antes do segundo incidente).

Os editores da revista Weekly Shonen Jump anunciaram no dia 10 de agosto que cancelaram a serialização do mangá. O capítulo que apareceu na 36ª e 37ª edição combinada deste ano é o capítulo final. A Shueisha também encerrou as vendas e distribuição dos volumes físicos e digitais do mangá.

Tatsuya lançou o mangá de act-age juntamente com Usazaki na Weekly Shonen Jump em janeiro de 2018. O mangá foi nomeado para o 43º Prêmio de mangá do ano da Kodansha no ano passado.

Fonte: ANN

Menma

Menma

https://www.animenew.com.br/

Entusiasta na área de tecnologia e amante de animes, mangás e jogos. A imensa maioria dos animes que gosto são shounens e adoro jogos de luta e RPG.