Falece Takao Saito, autor do mangá mais antigo do mundo ainda em publicação

Takao Saito

A editora Shogakukan anunciou hoje o falecimento do autor Takao Saito, o mesmo faleceu no dia 24 de setembro de um câncer no pâncreas aos 84 anos.

A obra mais famosa de Takao Saito foi Golgo 13.

Saito nasceu em Wakayama em novembro de 1936. Ele estreou com o mangá Kūki Danshaku no ano de 1955. Ele também publicou o mangá Sagashiya hage Taka Tōjō !! em 1968, antes de lançar Golgo 13 mais tarde naquele mesmo ano.

Golgo 13 ganhou o 21º Shogakukan Manga Award, um prêmio do “Grande Prêmio da Associação de Cartunistas do Japão“. Saito foi também premiado com a “Medalha de Honra com Fita Púrpura” em 2003, e a “Ordem do Tesouro Sagrado, Raios de Ouro com Roseta” em 2010. Golgo 13 celebrou seu 50º ano de serialização em 2018, e Saito celebrou seu 65º ano como criador de mangá em 2020 .

A Shogakukan anunciou que Saito havia dito antes de sua morte que queria que o mangá continuasse sem ele, o grupo de artistas “Saito Production” continuará portanto o trabalho com a ajuda do departamento editorial da revista Big Comic da editora Shogakukan, além de uma equipe adicional de roteiristas. A Saito Production lançou o primeiro mangá spinoff da franquia no dia 17 de julho.

Golgo 13, é centrado em um assassino lendário, e é o mangá mais antigo ainda em publicação.

A obra recentemente empatou com o manga de comédia policial de Osamu AkimotoKochira Katsushika-ku Kamearikouen-mae Hashutsujo” para disputar o prêmio de Recorde Mundial do Guinness de “maior número de volumes publicados para uma única série de mangá“, ambos contavam com 200 volumes no dia 5 de abril, porém, Golgo 13 já ultrapassou o recorde, publicando um 201º volume no dia 5 de julho e um 202º volume no dia 6 de setembro.

Fonte: ANN

Arthur Vinícius

Arthur Vinícius

Entusiasta na área de tecnologia e amante de animes, mangás e jogos. A imensa maioria dos animes que gosto pertencem à demografia Shounen.