GoW: Ascension teria custado US$ 50 milhões para ser feito

Se a previsão de vendas do God of War: Ascension feita por um analista de mercado já não fosse o suficiente para nos fazer pensar que a franquia poderá passar por uma reformulação, a coisa ficou muito pior depois de uma entrevista concedida por Whitney Wade, produtor chefe da última aventura do Fantasma de Esparta. Durante a conversa o rapaz revelou que o título custou US$ 50 milhões para ser produzido, um valor que ainda está longe do que se estima ser gasto para desenvolver um Grand Theft Auto, mas que estaria no mesmo patamar de um Call of Duty: Modern Warfare 2, porém, sem o menor indício de que se sairá tão bem comercialmente quanto o FPS da Activision. Wade não deixou claro se nesta quantia está incluída a divulgação, mas como em alguns casos o marketing acaba consumindo muito mais dinheiro do que o próprio desenvolvimento, podemos imaginar que o rombo pode ter sido muito maior. Diante deste cenário, os fãs que me perdoem, mas no fim das contas talvez seja bom o Kratos estar passando por dificuldades. Se o pessoal do Santa Monica Studio for esperto, eles podem aproveitar essa situação para dar um tempo para a franquia e se dedicar a outras criações. Assim, daqui há alguns anos, quando novas ideias surgirem e tivermos tempo para criar expectativa por um novo jogo, eles podem voltar com um God of War que realmente traga alguma inovação e não apenas um festival de esmagamento de botões.

Trailer:

Vennelope

Cultura POP está em todo lugar ;) . Deixa seu comentário no espaço abaixo, ficarei feliz em responder.