Jujutsu Kaisen – Mangá terá 60 milhões de cópias circulando em dezembro

Jujutsu Kaisen

A editora Shueisha informou que a partir do lançamento do 18º volume do mangá Jujutsu Kaisen, no dia 25 de dezembro, o mesmo terá 60 milhões de cópias em circulação (incluindo cópias impressas e digitais, bem como cópias ainda não vendidas).

A circulação do mangá aumentou 710% nos últimos 15 meses desde a estreia do anime em outubro de 2020.

Confira abaixo o crescimento exponencial da circulação da obra:

  • 8,5 milhões no início de outubro de 2020
  • 10 milhões no dia 29 de outubro de 2020
  • 15 milhões no dia 16 de dezembro de 2020
  • 20 milhões no dia 13 de janeiro
  • 25 milhões no dia 26 de janeiro
  • 30 milhões no dia 9 de fevereiro
  • 35 milhões no dia 4 de março
  • 40 milhões no dia 31 de março
  • 45 milhões no dia 21 de abril
  • 50 milhões no dia 4 de junho
  • 55 milhões no dia 27 de setembro

Sinopse

Sofrimento, arrependimento, vergonha: os sentimentos negativos dos humanos tornam-se Maldições, causando terríveis acidentes que podem levar até mesmo à morte. E pra piorar, Maldições só podem ser exorcizadas por outras Maldições. Certo dia, para salvar amigos que estavam sendo atacados por Maldições, Yuji Itadori engole o dedo do Ryomen-Sukuna, absorvendo sua Maldição. Ele então decide se matricular no Colégio Técnico de Feitiçaria de Tóquio, uma organização que combate as Maldições… e assim começa a heróica lenda do garoto que tornou-se uma Maldição para exorcizar uma Maldição.

O autor Gege Akutami lançou o mangá de Jujutsu Kaisen na revista Weekly Shonen Jump da Shueisha em março de 2018.

Fonte: ANN

Arthur Vinícius

Arthur Vinícius

Entusiasta na área de tecnologia e amante de animes, mangás e jogos. A imensa maioria dos animes que gosto pertencem à demografia Shounen.