Mangá de Gintama ganha novo anime!

A novíssima edição da revista de número 43 da Weekly Shonen Jump, foi anunciado que Gintama obra em mangá do autor Hideaki Sorachi vai ganhar um novo anime em breve sendo exibido no clássico canal do Japão a TV Tokyo. A revista também fez uma provocação ao redor do que chamamos de clímax do arco final da história de Gintama. As futuras edições que chegaram da Shonen Jump irá ser anunciado o horário de transmissão e outros detalhes como data de lançamento e quem sabe um trailer oficial deve chegar em paralelo a matéria.

A edição anterior da Jump deu a entender que chegaria uma “surpreendente notícia” para a franquia na próxima edição, ou seja essa que vocês acabaram de ler.

O autor Hideaki Sorachi deu início as publicações em 2004 e continua a ser classificado entre os mangás que tem saída de vendas no Japão até hoje. Atualmente é licenciado pela Viz Media publicou os primeiros 23 volumes em Inglês. Já a Shueisha publicou o volume 65ª do mangá no Japão em agosto onde entrou seu arco final em julho.

A obra em mangá como um todo inspirou um anime que teve sua estreia em 2006 e continuou (tendo vários hiatos prolongados) até 2013. O Anime mais recente de Gintama estreou em abril de 2015, e teve seu final publicado na TV em março.

Gintama atualmente é transmitido pelo Crunchyroll!

O canal de Streaming pago o Crunchyroll atualmente transmite a série, uma vez que foi ao ar no Japão. Além da série de TV o mangá também inspirou dois filmes animados, incluindo a Gekijōban Gintama Kanketsu-hen: Yorozuya yo Eien Nare que teve sua estreia em 2013, e vários OVAs divulgado em evento de anime assim como light novel e jogos também foram feitos.

Lembrando que na metade desse ano a edição 31 da Jump anunciou que Gintama terá um filme live-action em 2017 feito pela Warner Bros. Pictures do Japão, estrelando Shun Oguri como Gintoki Sakata sendo escrito e dirigido por Yuichi Fukuda.

[ad id=”16417″]

Rafael Shinzo

Apaixonado por pela cultura Japonesa. Trago artigos atualizado sobre Animes e Mangás.