Arquivos

Shonen Jump comenta sobre prisão dos estrangeiros

No dia 04 deste mês, autoridades detiveram 2 homens estrangeiros sob a acusação de violação da Lei dos direitos autorais da Shonen Jump. Dito isso, a revista e a editora Shueisha publicaram uma nota a respeito das prisões dos Leaks.

Confira a nota publicada pela Shonen Jump e a Shueisha

O upload ilegal de ‘spoilers antecipados’ de conteúdo de revistas de mangá antes da data oficial de lançamento, e a subsequente difusão através das mídias sociais, rouba a diversão dos leitores que esperavam ansiosamente pela data de venda. Tais ações também entristecem profundamente os criadores de mangá, e a nossa empresa vê esta questão como um problema sério.

Vemos a prisão destes suspeitos como um grande passo para a resolução destes problemas e esperamos que a descoberta das fontes de spoilers antecipados ajude a prevenir tais danos no futuro.

A nossa empresa continuará a tomar proativamente todas as medidas disponíveis para proteger as séries nas quais os criadores colocam os seus corações e almas, bem como os direitos dos artistas e a capacidade dos leitores de desfrutarem de mangá através de meios legítimos.

Um dos suspeitos de 36 anos dirige a empresa Japan Deal World LLC em Tóquio. Segundo a investigação policial, eles disponibilizaram imagens da Jump na internet antes do seu lançamento. Lojas em Tóquio venderam cópias da revista antes de sua data de lançamento. A polícia suspeita que outros indivíduos também estejam envolvidos e está a conduzir uma investigação.

Por fim a comunidade de fãs de animes deve estar ciente das consequências legais e éticas associadas ao compartilhamento não autorizado de material antes do lançamento oficial.

Fonte: Asahi